Lima COP20 – Conferência do Clima

COP20 – Lima – Peru
 
Realizado em Lima no Peru, terminou este mês com mais de trinta horas de trabalhos além do previsto para seu encerramento, e trouxe alguns avanços no que se refere ao impasse que bloqueava a agenda de combate ao aquecimento global, a COP20 durou 12 dias e produziu um acordo entre 196 países para a redução das emissões do gases que aumentam o efeito estufa, muitos ainda não sabem que o efeito estufa é um fenômeno natural, sem ele a temperatura no planeta seria em torno de -32°C, ou seja, a vida na Terra estaria seriamente ameaçada, pois não teríamos como produzir alimentos nestas condições climáticas, o problema é que as emissões dos gases de efeito estufa, superam em muito os níveis que o meio ambiente consegue absorver, gerando assim um desequilíbrio, aumento a temperatura média no planeta, lembrando ainda que os cientistas especializados em clima, estimam que a Terra só aguenta um acréscimo em sua temperatura média de apenas 2 graus, acima disto os níveis dos oceanos subirá muito e a vida na Terra estará ameaçada.
Para conseguir se aprovar uma proposta concreta que diminuísse a resistência dos países em aceitar metas concretas que levassem os países participantes a se comprometerem com o acordo de redução das emissões de gases efeito estufa, decidiu-se que os países desenvolvidos terão até Março próximo para apresentarem seus planos para a redução das emissões, os demais terão até Junho/15.
 
Conferência do Clima
 
No entanto, não existem sanções ou outros instrumentos que obriguem aos signatários da CPO20, a apresentarem um programa de redução de emissões uniforme, cada um apresentará seu plano próprio, ficando a cargo da pressão internacional a fiscalização das propostas apresentadas por cada país, esperando assim que a opinião pública seja um inibidor de propostas mínimas que em nada ou quase nada acrescentariam ao esforço necessário para se reduzir drasticamente tais emissões, será suficiente? Vamos aguardar e torcer para que sim.
Para o Planeta Jurídico Consciente, o documento de comprometimento é frágil e sem força jurídica mas não podemos deixar de ver com bons olhos este pequeno mais importante progresso, pois em mais de 20 anos não conseguíamos avançar no tema e que este acordo é preparatório para a CPO21, que será realizada no fim de 2015 em Paris.
 
As consequências são desastrosas para nosso planeta
Também ficou acertado etapas a serem cumpridas já a partir de Fevereiro de 2015, quando os negociadores irão se reunir para análise sobre medidas as acordadas, como o apoio à repressão ao desmatamento das florestas tropicais e transferência de tecnologia para combate as mudanças no clima nos países em desenvolvimento emissões de gases efeito estufa, Em Março e Junho de 2015, os países apresentarão seus programas voluntários para a redução das emissões, já em Novembro a ONU irá apreciar estes programas em suas intenções e decidir se serão suficientes para impedir um aumento da temperatura global superior a 2º Celsius em 2100, aos níveis pré industriais.
 
Líderes e convidados
Mesmo antes da COP20, países desenvolvidos como a China, maior poluidora do planeta, se comprometeu a reduzir suas emissões de forma decrescente a partir de 2030, já os USA, o segundo maior poluidor prometeu reduzir suas emissões de carbono em 26/28% até 2025 sobre 2005, a Alemanha está se esforçando para alcançar metas previstas para 2020, assim mesmo, será necessário um esforço global maior para chegarmos a patamares razoáveis de aceitação.
Caberá ao Brasil, investir forte em fontes alternativas de energia para reduzir a nossa dependência dos combustíveis fósseis, seja no setor de transportes, seja nas usinas termelétricas que hoje com o fraco desempenho das matrizes hidroelétricas, devido a falta de chuvas em certas regiões, tornam nossa matriz energética suja, será necessário também um esforço para o país zerar o desmatamento da Amazônia e do Cerrado, maior causa de emissão de gases-estufa do país.
A COP20 deixou um legado importante, um avanço que a humanidade não pode desprezar, e o Planeta espera que já na COP21, consigamos avançar ainda mais para salvar o planeta de uma catástrofe que seria o aumento da temperatura global e a consequente falta de condições ambientais de vida na Terra.
 
Todos atentos as novas diretrizes
Gostaria de alertar aos nosso leitores e colaboradores da importância de cada um de nós, ter responsabilidades para com o planeta e não deixarmos tudo nas mãos dos governantes de cada nação, faça a sua parte, polua menos, reduza seu consumo, use racionalmente nossos recursos hídricos e energia, reutilize, recicle, sempre podemos fazer um pouco mais.
Saudações ecológicas!
Carlos Avel!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s