Iniciando 2017 – Meio Ambiente em alerta!

Caro leitor, retornando das férias de final de ano, gostaria de recomeçar trazendo só notícias boas para você e o meio ambiente, mas nem sempre as coisas ocorrem como desejamos, vou te explicar a seguir.

Foram necessários vários anos de intenso trabalho entre governos do mundo inteiro e negociadores para trazer a maior potência do mundo, os USA, para mesa de negociação sobre problemas ambientais.

167457729

Todos lembramos que os USA sempre se recusaram a assinar qualquer acordo sobre mudanças climáticas, entre outros, mas felizmente na figura do ex presidente Obama, homem sensível aos problemas ambientais, o governo americano, tido como principal mandatário do mundo não só participou de conferências sobre o tema, como também Obama assinou na última COP 21 (que já escrevi aqui) em Paris, um tratado em prol da melhoria nas emissões de poluentes geradores de aumento da temperatura no planeta e mudanças climáticas, uma vitória para o planeta e para a humanidade.

Donald Trump and Governor Mike Pence

Para surpresa geral, Donald J. Trump se elegeu presidente dos USA, uma derrota para todos nós ambientalistas, o atual presidente americano, não só não acredita nas mudanças climáticas como afirma que isso é invenção de alguns cientistas que gostam de espalhar preocupações desnecessárias.

Dito e feito, Mr. Trump nomeou Scott Pruitt, que também não acredita nas mudanças climáticas, assim sendo, instalou-se no poder norte americano uma linha de raciocínio que não irá priorizar o tema meio ambiente.

Scott Pruitt

Tal afirmativa se configurou verdadeira quando o presidente Trump assinou dois novos decretos relançando os dois oleodutos, Keystone LX e o Daktoa Access Pipeline, no centro-oeste dos USA, tais projetos haviam sido barrados pelo ex-presidente Obama.

keystone-pipeline
Keystone LX

O primeiro trata-se do oleoduto Keystone LX entre o Canadá e os USA, com 1.900km de extensão, sendo 1.400km dentro do território americano, este oleoduto irá transportar óleo bruto extraído das areias betuminosas de Alberta, Canadá, até o Estado de Nebraska nos USA de onde será enviado para refinarias americanas no Golfo do México.

349d550ea91791a62caac423a565894a3aa84852

Já o Dakota Access Pipeline da empresa Energy Transfer Partners, pretende passar por dentro de terras consideradas sagradas pelos índios da tribo Sioux, em Norte Dakota, assim como também será um risco para as importantes reservas de água potável da região.

dakota1

É uma pena que o presidente daquela que é considerada a maior nação do mundo, esteja em dissonância com os fatos científicos e todo o restante da população mundial que vem demonstrando grande interesse e preocupação para com o assunto.

É realmente preocupante a maneira de pensar do atual governo americano, quando tudo indicava que finalmente o mundo poderia contar com a compreensão e ajuda dos norte americanos, somos surpreendidos com estas notícias tristes para o planeta.

2014-09-21t170537z_17926001
Leonardo di Caprio um grande ativista do meio ambiente

Vamos todos pensar positivamente na esperança de que nossos pensamentos possam de alguma forma chegar até o presidente Trump e alterar sobremaneira sua forma de pensar.

Agindo local, pensando global!

Saudações ecológicas!

Carlos Avelino

Advogado | Palestrante | Auditor e Consultor Jurídico Socioambiental

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s