Jogar fora ou guardar?

Você sabia que 90% das roupas manufaturadas são jogadas fora com até 01 ano de uso?

Não?!!!

Vamos descobrir o que acontece na realidade? Em verdade estamos dizendo, que todos os recursos utilizados na confecção das roupas manufaturadas, como energia, água e matérias primas, são igualmente jogados fora!

Mas isso não deveria ser assim, ou melhor dizendo, não tem que ser assim! Concordam?

Para que você tenha consciência deste absurdo, as indústrias de confecções de roupas despejam anualmente mais de 700 toneladas de CO² por ano na atmosfera.

problemas-do-fast-fashion-poluic3a7c3a3o-2017-blog-loucuras-de-julia-01

Acredito que agora você já esteja se dando conta do tamanho do dano causado ao Meio Ambiente, certo?

Ainda não conseguiu dimensionar a situação? Ok, vamos lá, se as indústrias de confecções de roupas fossem um país, em termos de emissão de CO², ocuparia hoje a 6ª posição no ranking de causadores do efeito estufa no mundo!

Considerando que até o ano de 2050, milhões de pessoas no mundo passarão a fazer parte da classe média, isto quer dizer que serão necessários três vezes mais recursos para atender a esta demanda, você já parou para pensar nisso?

e987130d537854c1d98a27ab80783d43

Com este cenário, é fundamental que a indústria da moda rume na direção da produção sustentável, mudando seus padrões atuais, buscando utilizar tecnologias melhores e mais limpas.

Muitas marcas e uma boa parte da indústria da moda hoje em dia utilizam fibras sintéticas ao invés de fibras naturais, o que dobra a emissão de gases do efeito estufa, isso sem falar na liberação absurda de carbono na atmosfera, isto, somente relacionada ao transporte destes materiais têxteis.

moda-industria-poluente-3

Na década de 60, nos USA, 98% de todas as roupas usadas eram manufaturadas em solo americano, hoje em dia apenas 2% de toda a roupa comercializada no país é produzida por companhias americanas.

Quase 90% ou mais de todas as roupas comercializadas nos USA vem da China, transportadas via náutica em containers, mas o mais incrível é que estas companhias não pagam um centavo de dólar por danos ambientais, isso mesmo, CUSTO ZERO para o bolso, mas não para o Meio Ambiente!

O resultado desta forma de consumo a princípio agrada em muito o mercado e seus consumidores, pois isto representa roupas cada vez mais baratas e quando pagamos pouco, consumimos em maior quantidade, e a tendência é não termos consciência do que há por trás disto, afinal estamos levando vantagem de alguma forma, certo?

moda-sustentavel-1083501086

Em média uma pessoa compra hoje 60% mais roupas do que no ano 2000 e por isso mesmo, acabam por descartar roupas ainda novas em ótimo estado de conservação, duas vezes mais rápido do que era feito antigamente.

O resultado deste consumo desenfreado são caminhões de lixo, cheios de roupas usadas, despejadas a cada segundo no mundo em aterros sanitários, os famosos lixões, milhares de roupas ainda boas para uso, e para deixar mais crítica a situação, apenas 1% deste material total é reciclado.

Triste não?

0,,69336952,00

Para nossa esperança, algumas indústrias de roupas estão procurando saídas para melhorar o problema, e um bom exemplo disto é a tradicional marca Levi’s, uma das gigantes do mercado de roupas e jeans.

A Levi’s está usando jeans velhos ou não vendidos como material de isolamento de paredes para casa, fato tão comum nas residências americanas, especialmente onde o clima é muito frio, e o uso do isolamento dentro das paredes é obrigatório para manter o ambiente interno das casas protegido do frio externo.

Vintage-Levis-Imaginação-Fértil-600x331

Algumas companhias Startups estão transformando lixo orgânico, cascas de frutas como banana, laranja e algumas folhas, em matéria prima para a confecção de roupas, criando assim uma geração de roupas produzidas com materiais sustentáveis.

Outras companhias estão reaproveitando roupas usadas e rejeitos de matéria prima de outras indústrias para fabricação de tecidos sustentáveis, isto já está acontecendo nos USA, evitando o desperdício e reduzindo a emissão de carbono com transporte, como quando importavam roupas da China.

Esta nova maneira de produzir tecidos para a fabricação de roupas está crescendo muito, existe um aumento expressivo de indústrias que já trabalham desta forma, mas o maior e melhor exemplo de todos vem da empresa de roupas PATAGONIA, que já era conhecida por reformar suas roupas vendidas aos clientes, fato inédito no mundo, a marca sempre teve esta preocupação: produzir roupas que vão durar para sempre. Sua produção emite o mínimo possível de CO², suas roupas são clássicas, não saem de moda como se diz por aí.

Patagonia-1

A PATAGONIA defende este novo conceito de consumo consciente, mas ela se superou, criando uma campanha publicitária onde incentiva seus clientes a não comprarem mais suas roupas sem necessidade, assim nasceu a SUSTAINABLE APPAREL COALITION, que tem como finalidade encontrar soluções para a indústria da moda, o lixo e o desperdício e descarte das roupas.

A iniciativa deu tão certo que agora já são 49 companhias de roupas envolvidas no projeto e trabalhando juntas, tais como a ASICS, ARITZIA, C&A, BROOKS, Columbia, entre outras. Estas companhias juntas, representam quase 33% de todas companhias que produzem e vendem roupas no mundo.

patagonia_campanha_fashionomia

E ao final destes exemplos bons e ruins, cabe a todos nós enquanto consumidores, mostrarmos as indústrias de roupas, que elas devem encontrar uma nova maneira de produzir suas roupas, um jeito VERDE de ser.

Espero que você leitor, após ler este texto, mude sua forma de lidar com o descarte das suas roupas usadas e ainda boas para uso, assim como, que você reflita bem sobre sua próxima compra de roupa. Será que você realmente precisa comprar mais uma peça de roupa?

Leia mais sobre moda sustentável no nosso blog no link http://twixar.me/1Kz3

Saudações.

Carlos Avelino

Advogado | Palestrante | Consultor e Auditor Jurídico Socioambiental

(Fotos: Reprodução Internet)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s